---
Glossário das taxas de um crédito - conheça as mais importantes
Conhece todas as taxas que estão envolvidas na concessão de um crédito? Este glossário ajuda-o a ganhar uma maior confiança para entender as propostas de crédito que tem em mãos e, desse modo, a fazer decisões mais conscientes.
Conhece todas as taxas que estão envolvidas na concessão de um crédito? Este glossário ajuda-o a ganhar uma maior confiança para entender as propostas de crédito que tem em mãos e, desse modo, a fazer decisões mais conscientes.

MTIC – Montante Total Imputado ao Consumidor

O MTIC é provavelmente o indicador mais fidedigno do custo de uma proposta de crédito. Com o MTIC, consegue saber qual o valor total que terá de pagar à instituição durante todo o período do empréstimo. No cálculo deste indicador estão incluídos a soma do montante do empréstimo e dos respetivos custos com juros, comissões, impostos, seguros e outros encargos. O MTIC pode ser consultado na FIN (Ficha de Informação Normalizada).

 

Spread – a margem de lucro do banco

O spread é a taxa cobrada pelas instituições bancárias na concessão de crédito além do indexante. Este valor é apresentado em percentagem e reflete o perfil de risco do consumidor. Quanto maior for o risco que o cliente apresente, maior será, por norma, o spread aplicado ao contrato de crédito.

 

TAE – Taxa Anual Efetiva

A TAE, sigla para Taxa Anual Efetiva, é um dos indicadores mais importantes para comparar preços de créditos. Nesta taxa incluem-se os juros nominais (TAN contratada), a periodicidade do pagamento das prestações, todos os encargos com o crédito e o pagamento de comissões (excluem-se os seguros associados). Contudo, esta taxa não considera a percentagem que é gasta com o pagamento de impostos. Na prática, caso a Taxa Anual Nominal (TAN), considerada acima, tiver um período de capitalização igual a um ano, a TAE será exatamente igual à TAN.

 

TAEG – Taxa Anual Efetiva Global

A TAEG é uma das taxas mais relevantes na procura de um crédito. Muitas pessoas ainda consideram o spread o principal indicador da qualidade de uma proposta de crédito, contudo deve ser o estudo da TAEG a sua prioridade, já que esta taxa inclui a TAE mais os encargos financeiros com os impostos. Quando estiver a comparar condições de crédito, lembre-se que o crédito com a TAEG mais baixa é o crédito mais barato. Por outro lado, se apenas considerar a TAN na sua tomada de decisão pode também estar a deixar de lado dados importantes, como os custos com comissões e seguros.

 

TAER – Taxa Anual Efetiva Revista

A Taxa Anual Efetiva Revista é a taxa que inclui todos os custos do empréstimo, acrescidos dos encargos com a subscrição de outros produtos ou serviços. Através desta taxa, fica a perceber se uma redução de spread mediante a contratação de outros produtos compensa, de facto, ou não. Embora esta taxa não seja obrigatória nos contratos de crédito, ela é cada vez mais utilizada, por isso, deve familiarizar-se com ela.

 

TAN – Taxa Anual Nominal

A TAN é a taxa à qual são calculados os juros do crédito. Esta taxa reflete o preço ao qual os créditos estão a ser concedidos e não inclui impostos nem outros custos associados. Em créditos com taxa variável, a TAN será igual ao indexante (que, por norma, é a Euribor) acrescido do spread. Se, por outro lado, estivermos perante um empréstimo com taxa fixa, a TAN é fixada de modo direto pelo banco.

 

TANB – Taxa Anual Nominal Bruta

A Taxa Anual Nominal Bruta é a taxa que remunera aplicações financeiras que são feitas. Por exemplo, os bancos recorrem a esta taxa para remunerar um depósito a prazo. Em todos os depósitos a prazo, o vencimento anual gerado é calculado através desta taxa. A taxa é considerada bruta porque ela é calculada antes da dedução do IRS

 

TANL – Taxa Anual Nominal Líquida

A Taxa Anual Nominal Líquida é em tudo igual à TANB, excetuando o facto de não descontar os impostos.

 

Taxa de Esforço – percentagem de rendimento destinada a encargos de crédito

A Taxa de Esforço é um dos indicadores mais importantes na concessão de crédito pessoal e consolidado. Esta taxa indica ao banco qual a capacidade de cumprimento do cliente e mostra ao cliente qual a sua margem de manobra para ver o seu crédito aprovado. Na prática, esta taxa é resultado do rácio entre o valor das prestações dos empréstimos mensais e o rendimento total que tem disponível.

 

Taxa de juro  o custo de utilização do dinheiro

Pode parecer um conceito muito simples e básico para alguns, contudo ainda existem muitas pessoas que não sabem o que é a taxa de juro. De um modo simples, a taxa de juro é o preço do dinheiro que se cobra por emprestar ou pedir dinheiro numa determinada altura. A taxa de juro pode ser fixa, sendo mantido o mesmo valor durante todo o período de pagamento do crédito, e variável, sendo, neste caso, atualizada todos os meses de modo a adaptar-se à inflação e a outras variáveis.

 

Mesmo entendendo as siglas e os nomes inscritos nas propostas de crédito, é fundamental que se faça acompanhar por profissionais experientes, de confiança e dedicados a encontrar uma solução à sua medida. Peça uma simulação na AMCO Crédito e deixe-nos ajudá-lo a encontrar o crédito ideal para si.

Quero receber uma simulação

*Erro ao submeter o pedido, por favor, tente mais tarde!

Subscreva a nossa newsletter