---
As 5 aplicações mais comuns do microcrédito
O microcrédito foi introduzido em Portugal em 1998 como um instrumento de inclusão social e de criação do próprio emprego. Descubra quais são as áreas de aplicação mais comuns deste crédito.
O microcrédito foi introduzido em Portugal em 1998 como um instrumento de inclusão social e de criação do próprio emprego. Descubra quais são as áreas de aplicação mais comuns deste crédito.

O montante máximo para este empréstimo é de 20 mil euros e são vários os bancos que o disponibilizam. Tal como acontece no crédito pessoal, o microcrédito não exige a declaração de uma justificação para o pedido, existindo, assim, várias finalidades que pode dar a esta modalidade de financiamento. Pode decidir criar o seu próprio negócio, adquirir um determinado bem ou até fazer pequenas obras. Descubra, então, quais são as áreas de aplicação mais comuns do microcrédito:

 

  1. O comércio a retalho

O setor terciário é o principal propósito do microcrédito, representando 80% dos projetos financiados. Dentro deste setor, é o comércio a retalho a área na qual existe um maior investimento (15%) por parte destes créditos.

 

  1. O alojamento e a restauração

Logo de seguida, temos a restauração e o alojamento, que representam 14% do investimento derivado do microcrédito em Portugal.

 

  1. Os serviços pessoais

Em terceiro lugar, como aplicações do microcrédito mais comuns, temos os projetos ligados a serviços pessoais, tais como cabeleireiros, empresas ligadas aos ramos da limpeza, da educação e, ainda, do apoio social.

 

  1. As tecnologias de informação

Os negócios relacionados com serviços de informática e também de consultoria são finalidades cada vez mais comuns relativamente à concessão de microcréditos. Se está a pensar começar um negócio nestas áreas, considere o microcrédito como uma opção viável.

 

  1. As microempresas em geral

O microcrédito não é apenas importante para a criação de um negócio, ele é também fundamental para as microempresas que já estão no mercado e que precisam de investimento que as ajudem a fazer crescer o negócio. Nas áreas da indústria transformadora e da construção, por exemplo, o microcrédito é também uma modalidade de financiamento comum.



Tem uma ideia de negócio sólida e gostaria de a concretizar? Não tem a certeza se o microcrédito é o financiamento certo para si? Fale connosco e permita que os nossos especialistas o aconselhem no sentido de conseguir realizar o seu sonho do modo mais rentável e sustentável possível.

Quero receber uma simulação

*Erro ao submeter o pedido, por favor, tente mais tarde!

Subscreva a nossa newsletter