Amortização de crédito - poupe centenas de euros

É verdade, é possível poupar centenas de euros por mês com a amortização do seu crédito à habitação. Se nunca considerou essa hipótese, leia este artigo e perceba se esta pode ser uma boa opção para si.

No contexto atual, com taxas de juro muito baixas, ou até negativas em alguns casos, poucas são as pessoas que consideram fazer uma amortização no seu crédito. As taxas de juro têm baixado em geral, uma vez que a taxa Euribor continua em queda e os bancos estão a aplicar spreads mais baixos. Mas será que isto significa mesmo que não precisa de pensar em amortizações?

 

Se tiver algum dinheiro disponível para aplicar e tiver um crédito à habitação, deve sempre analisar a possibilidade de amortizar a dívida. Ao nível dos riscos, do retorno e da fiscalidade, a amortização é provavelmente o melhor investimento que pode fazer. Além disto, é algo que fará com que se sinta um pouco mais aliviado todos os meses. Contudo, deve analisar vários fatores antes de perceber se, no seu caso, a amortização vai ser vantajosa ou não.

 

Considere, antes de mais, que esta opção de reembolsar um valor extra à sua prestação mensal não é isenta de custos, sendo que existe sempre uma comissão de amortização que será cobrada pelo banco. Para compreender se a amortização faz sentido para si, é necessário que considere estes encargos que terá de pagar ao banco e a descida que conseguirá no valor da sua prestação mensal. Só no fim de calcular ambas é que conseguirá perceber se esta opção compensa ou não.

 

Deve também, por outro lado, estar ciente de que quando efetua um contrato de crédito à habitação com uma taxa variável, a comissão não pode ser superior a 0,5%, mas com uma taxa fixa, a comissão pode chegar aos 2%, sendo, por isso, mais dispendiosa. Saiba aqui quais as principais diferenças entre estas duas taxas. O cliente apenas fica isento desta comissão quando a amortização é feita por motivos de desemprego, deslocação profissional ou morte de um dos titulares do empréstimo.

 

No entanto, mesmo com esta comissão, amortizar o crédito tem algumas vantagens relevantes, como: ficar mais tranquilo sabendo que já não tem dívidas; pagar uma prestação mensal mais baixa; encurtar o prazo de pagamento da dívida e ficar conotado como “bom pagador”. Esta última vantagem é especialmente útil no futuro caso queira pedir outro crédito, nesse caso as instituições bancárias terão uma segurança reforçada em si.

 

Contudo, importa saber que não deverá amortizar o seu crédito, em regra geral, se a TAE do seu crédito for muito baixa (inferior a 2%), se existir a possibilidade de capitalizar as poupanças a taxas superiores, se não tiver um fundo de emergência sólido ou se previr necessitar de pedir um outro crédito caso aplique esse dinheiro na amortização.

 

Se, após ponderar todas estas situações, continuar a ser vantajoso amortizar o seu crédito, não deve hesitar em escolher esta opção. Desta forma, pode conseguir, de facto, poupar centenas de euros todos os meses, carregando uma dívida menor.

Faça aqui a
sua simulação.
rápida, simples e sem compromisso.
Crédito habitação
Continuar
Passo 1 de 2
Passo 2 de 2
*Erro ao submeter o pedido, por favor, tente mais tarde!
Pedido de simulação enviado com sucesso!

Receba as nossas dicas e conselhos.

Receba as nossas dicas, conselhos e ofertas. Subscrever Newsletter
AMCO Intermediários de Crédito, Lda
Intermediário de crédito vinculado autorizado pelo Banco de Portugal.
© 2021, AMCO Intermediários Crédito design by  U Lah Lah, brought to life by  YouOn.